Em se tratando de finanças, uma das principais coisas que você precisa entender é a diferença entre passivos e ativos financeiros.

Se você nunca entender qual é essa diferença, as chances de você continuar escravo ou escrava do dinheiro a vida toda são GRANDES!

“É investimento!” – mas será que é mesmo?

A maioria das pessoas cresce acreditando que boa parte dos passivos que a gente adquire ao longo da vida são ativos.

Você já ouviu alguém falando que comprar ou financiar casa própria é um “investimento”? Ou que comprar um carro novo para você e sua família, que te dará mais conforto e mais segurança, é um “investimento”?

É aí que surge uma geração toda de pessoas que confundem o que é um ativo e o que é um passivo.

Eu mesma já acreditei que comprar casa própria (ou pior, financiar a casa própria) era um ótimo investimento (you know nothing, Isa-snow). Ainda bem que eu aprendi logo que tudo isso que me contaram era mentira.

Ativo vs Passivo

De modo super simplificado, passivo é algo que tira dinheiro da sua carteira. E um ativo é algo que soma dinheiro na sua carteira.

Vi essa explicação no livro “Pai Rico, Pai Pobre” e achei tão simples e fácil de entender. Muito mais do que qualquer outra explicação com um monte de palavras complicadas que já vi por aí.

Passivo : o que tira dinheiro da sua carteira

Vamos ao exemplo do carro. Você usa dinheiro para comprar o carro. Ou seja, o dinheiro sai da sua carteira. Se o seu carro não somar dinheiro na sua carteira nos próximos meses, provavelmente ele é um PASSIVO.

E eu digo provavelmente porque pode ser que você faça parte da minoria das pessoas que usa o carro como meio de trabalho. Se não for seu caso, ele sempre vai ser um passivo.

Além de gastar dinheiro para comprar o carro em si, você ainda tem uma lista gigante de outras despesas (passivos) porque você tem o carro (outro passivo).

Além de comprar o carro em si, você precisa pagar:

Ou seja, você comprou o carro e incluiu automaticamente vários outros passivos no seu orçamento!

Ativo : o que coloca mais dinheiro na sua carteira

Tudo que você compra e te retorna mais dinheiro é um ativo. E isso pode ser diversas coisas, desde investimentos em produtos financeiros a outras coisas que te dão algum retorno financeiro.

Nos investimentos, você tem diversas opções. Desde a Poupança (que apresenta uma baixa rentabilidade, mas que já é alguma coisa pelo menos), passando pelo Tesouro Direto, até investimento em ações, FIIs, imóveis, etc…. Ou seja, você aplica o seu dinheiro nesse investimento e daqui alguns meses ou anos, você tem MAIS DINHEIRO DO QUE TINHA ANTES. Ou seja, você colocou mais dinheiro no bolso. 🙂

Mas isso não é só para produtos de investimento. Vamos supor que você resolva começar a vender bonecas e que você ganhe em torno de 50% de lucro com cada venda. Nesse caso, comprar novas bonecas não entra como um passivo, que tira dinheiro da sua carteira. E sim com um ativo, que vai acrescentar mais dinheiro no seu bolso.

Se você gasta R$ 30 com a boneca e revende por R$45, você teve lucro com essa venda. A compra de novas bonecas te gera cada vez mais dinheiro. Isso é um ativo.

Se você comprasse bonecas para a sua filha brincar e não gerasse MAIS DINHEIRO com isso, automaticamente isso passaria a ser um passivo. Entende a diferença?

Círculo vicioso

Se você começar a trabalhar agora e gastar quase todo seu salário só com passivos, você nunca vai ter mais dinheiro acrescentado no seu bolso.

Para ter mais dinheiro, você precisa trabalhar mais horas. E o que a maioria das pessoas faz quando tem um aumento da salário é … comprar mais passivos. Compram um carro melhor, uma casa maior, programam uma viagem de férias mais longa e assim vai.

E você fica sempre aprisionado nesse ciclo. Para ter mais dinheiro, você precisa trabalhar mais. Quando você trabalha mais, você passa a ter menos tempo livre para se dedicar a aprender a selecionar quais ativos você quer comprar, por exemplo.

E você acaba nessa sempre. A cada aumento que você tem, você eleva automaticamente o seu padrão de vida e a sua lista de passivos vai sempre crescendo junto com o seu aumento de salário.

E a lista de ativos – que é o que tem potencial de aumentar o seu padrão de vida SEM QUE VOCÊ PRECISE TRABALHAR MAIS POR ISSO, fica sempre vazia ou bem pequena.

Independência financeira

A ideia da independência financeira é comprar cada vez mais ativos até que você consiga pagar todas as suas despesas com o dinheiro que entra no seu bolso com a compra desses ativos.

E quando você conseguir um aumento no valor que entra no seu bolso graças aos seus ativos – aí sim você pode aumentar o seu padrão de vida. Porque antes de aumentar a lista de despesas – passivos – você já tinha aumentado o dinheiro que entra – ativos – sem que você precisasse trabalhar mais horas pra isso.

E é por isso que “os ricos ficam cada vez mais ricos”. Porque eles se dedicam em aumentar o número de ativos. A lista de ativos que eles têm vai crescendo cada vez mais. E o dinheiro que entra no bolso deles é maior do que o dinheiro que eles usam para os passivos.

Agora que você entendeu a diferença, te pergunto: Você vai se dedicar em aumentar a lista dos seus ativos ou os seus passivos primeiro?

Se quiser saber como escolher de forma inteligente os seus ativos financeiros, tem muito material gratuito pra você aprender mais. Tem vídeo no youtube, vários posts aqui no blog, dicas no instagram, ebook gratuito pra começar a investir…enfim, o que não falta é oportunidade.

Bora começar a fazer alguma coisa a respeito?

Até a próxima,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =